• crisnacaroline

“As Aventuras do Pinocchio” – Clube do Livro para Leitores Extraordinários (Instituto Mojo)

Atualizado: Mai 14

Você gosta de clássicos? Não deixa de ler o texto até o final que tem uma surpresa!


Eu não me lembro bem quando ou como me tornei uma leitora de clássicos. Eu já havia lido uma ou outra obra (Alice e Dom Casmurro, por exemplo, estão entre meus queridinhos há tempos), mas não consigo apontar exatamente quando eles se tornaram uma constante nas minhas metas literárias.


Talvez tenha sido o Projeto Exploradores, clube de leitura de clássicos de aventura que ajudei a organizar e administrar em 2020. Ou antes, quando me peguei apaixonada pelos contos de fadas originais! Será que culpo Jane Austen, outra favorita, cujos 6 romances li em um período de meses?


Pois é, não sei! O fato é que depois de entender que não há nada de outro mundo na leitura dessas obras, é praticamente impossível remover os clássicos da nossa vida. E foi por isso que abri um sorriso de orelha a orelha quando descobri que tinha sido aceita na parceria do Instituto Mojo!


O que é o Instituto Mojo?

O Instituto Mojo é uma instituição sem fins lucrativos que se propõe a traduzir e disponibilizar clássicos da literatura mundial gratuitamente, em e-book, em seu site, onde podem ser baixados em diversos formatos por qualquer pessoa.


E a forma que eles encontraram de tornar possível a existência desses e-books foi o Clube do Livro para Leitores Extraordinários (CLLE), produzindo e vendendo edições especiais desses clássicos e revertendo o lucro das vendas para as novas traduções.


Hoje, já existem diversos títulos disponíveis no site, tanto impressos, para compra, quanto digitais, para download gratuito, e vários outros a caminho. A qualidade das traduções, diagramações e dos projetos gráficos é inegável, e as edições físicas são de encher os olhos.


“As Aventuras do Pinocchio”

O meu primeiro recebido da parceria foi o livro “As Aventuras do Pinocchio”, de Carlo Collodi. Desde quando o tive em minhas mãos pela primeira vez, não consigo tirar os olhos dele por muito tempo. O cuidado da edição em todos os detalhes é perceptível!


A edição é em capa dura, tem pintura trilateral, fitinha para marcar as páginas e ilustrações lindas! As cartelas de cores de todas as edições são lindas, e com Pinocchio não é diferente. A tradução está muito bem feita, e a diagramação, bastante confortável.


Além disso, no final da edição encontramos alguns conteúdos extras, que complementam a experiência de leitura. Lá no Instagram, eu postei um vídeo no reels mostrando os detalhes.


O que eu achei da obra?

Como todo clássico, “As aventuras do Pinocchio” é uma daquelas histórias que habitam o inconsciente coletivo. Chegamos cheios de referências que as adaptações colocaram em nossas mentes e “quebramos a cara”. Muita coisa é diferente, mas isso é bom!


Pinocchio é uma marionete que foi criada pelo velho Gepetto. Desde o início, a madeira da qual ele foi feito já demonstra ser especial, portanto não é surpreendente que ele ganhe vida. Desde os primeiros movimentos que faz quando ainda está sendo confeccionado já é possível perceber que ele não será uma criaturinha nada quieta! E assim, ele passa por diversos percalços, nos quais acaba caindo por sua própria teimosia.


Se em alguns momentos das aventuras eu me peguei irritada com Pinocchio, aos poucos fui começando a entender que ele não era mau, muito pelo contrário. Se no início suas ações têm algum tom de falta de empatia e consideração, aos poucos elas vão tomando um sentido de ingenuidade que o leva a cair na lábia de criaturas que o arrastam sempre para o caminho errado.


A obra traz muitas lições interessantes, que vão desde a importância de estudar e aprender um ofício até o cuidado com falsas promessas e amizades duvidosas. Elas funcionam principalmente para as crianças, mas não apenas para elas, e todas continuam muito atuais, mesmo bem mais de 100 anos após sua publicação. Porém, para mim, a mensagem mais bonita foi sobre a importância de um ambiente familiar carinhoso e participativo na formação de uma criança, já que são Gepetto a Fada que fazem Pinocchio querer ser melhor.


Os textos extras presentes na edição do Instituto Mojo também são ótimos, e complementam a experiência! Lembrando que ao comprar a edição deles, você contribui para a produção de ainda mais e-books gratuitos!


ATENÇÃO! Você também gosta de clássicos? Quer ganhar uma das edições lindíssimas do Instituto Mojo? Pois não deixa de ir lá no meu Instagram, que está rolando um sorteio especial, e você pode ganhar “As Aventuras do Pinocchio” ou “Ilha do Tesouro”.


Os títulos disponíveis à venda no site são: As Aventuras do Pinocchio, Ilha do Tesouro, Anne de Green Gables, O Jardim Secreto, Peter Pan e Wendy, O Livro da Selva, Oz e As Aventuras de Alice.